Paulo Laureano Vinhas Velhas Tinto 2013 - Vinho de autor

Paulo Laureano é um dos mais conceituados enólogos portugueses e uma referência dos vinhos no Alentejo.
Agrónomo, enólogo formado entre Portugal, Austrália e Espanha, depois de ensinar na Universidade de Évora durante 10 anos, resolveu dedicar-se, em exclusivo, aquilo que o move desde 2003, desenhar vinhos. Sobretudo na empresa que criou com a família em 1999 e que foi assumindo uma importância cada vez maior na sua vida.

Paulo Laureano define-se como um enólogo minimalista. Para ele desenhar vinhos é uma paixão, desvendar os seus aromas e sabores, avaliar e optimizar as razões da sua identidade e personalidade, promovendo-os como verdadeiras fontes de prazer, são os pontos-chave da sua filosofia.

A sua aposta exclusiva nas castas portuguesas, traduz a sua maneira de estar, encarando o vinho como factor de cultura e civilização.

Paulo Laureano Vinhas Velhas Tinto 2013

Castas
Aragonês, Trincadeira e Alicante Bouschet. 

Enólogo
Paulo Laureano. 

Vinificação
Após colheita, submetidos a uma temperatura de 10ºC, os cachos são desengaçados e esmagados. Fermentam em depósitos de inox tronco cónicos. 

Estágio
Após a fermentação malolática, o estágio decorre em barricas novas de carvalho Francês até ao engarrafamento. 13%Vol.

Notas de Prova
Aroma complexo de fruta madura, notas de ameixa em compota e frutos silvestres mesclados com tosta de madeira a onde estagiou. Sabor macio, acidez bem equilibrada, longa percepção da fruta. Final de boca prolongado com notas de elegância.

Turismo de Portugal e ViniPortugal lançam ”Manual Técnico de Vinhos”


O Manuel Técnico de Vinhos é direcionado para os apreciadores de vinho e para os estudantes de hotelaria e turismo. O livro reúne informação sobre a produção e apresentação de vinhos, e teve o lançamento oficial no passado dia 10 de Fevereiro.

Criado para desvendar os pormenores da produção e apresentação de vinhos, este manual foi elaborado por formadores de escolas de hotelaria e turismo e do Turismo de Portugal, e conta com o apoio da ViniPortugal.

O Manual Técnico de Vinhos revela informações sobre técnicas de tratamento de vinhos, processos de vinificação, constituintes do vinho, técnicas de organização das garrafas em estabelecimentos hoteleiros e importância das videiras e as suas castas.

O manual terá um custo de 10 euros para alunos e formadores de hotelaria e turismo e de 15 euros para o público em geral.

Fonte: Dinheiro Vivo (Adaptado)

Moscatel De Setúbal Superior 1911 é Melhor Vinho Do Ano

Moscatel Superior 1911
O José Maria da Fonseca Moscatel de Setúbal Superior 1911, foi considerado o “Vinho do Ano 2014” pela revista WINE – A Essência do Vinho na entrega de prémios “MELHORES DO ANO” nos setores do vinho e da gastronomia.

Com 19,5 pontos em 20 possíveis, o Moscatel de Setúbal Superior 1911 é descrito como um vinho “profundamente aromático, com enorme finura e delicadeza, final incrivelmente longo e emotivo pela frescura e concentração”. Das centenas de vinhos provados e avaliados pelo painel de provas da WINE no último ano, o Setúbal Superior 1911 foi aquele que obteve a pontuação mais elevada e que mereceu maior reconhecimento. Foi também a primeira vez que um Moscatel de Setúbal alcançou este prémio.

Recorde-se que 100 das 180 garrafas de Moscatel de Setúbal Superior 1911 foram vendidas em leilão em Dezembro de 2014 na José Maria da Fonseca em Azeitão, rendendo este evento 50 mil euros.


Outros Moscatéis José Maria da Fonseca   














         

Promoções em Estado Romântico!

Este ano decidimos brindar aos mais românticos com as nossas ofertas para o Dia dos Namorados. De prendas para ele, para ela ou para os dois e em cada uma dela oferecemos um cartão para escrever algumas palavras à sua cara-metade.
Faça deste dia um dia especial.

Veja aqui qual a prenda que pode oferecer:

PARA ELE:

Garrafeira Estado Liquido - Prendas Dia Namorados Ele
PARA ELA:

Garrafeira Estado Liquido - Prendas Dia Namorados Ela

PARA OS DOIS:

Garrafeira Estado Liquido - Prendas Dia Namorados Ambos











PARA OS DOIS:

Garrafeira Estado Liquido - Prendas Dia Namorados Ambos

Vinho branco português é um dos melhores para 2015




O vinho ‘FP Branco‘, de Filipa Pato, produzido na região da Bairrada, é um dos melhores vinhos para 2015, garante o jornal irlandês The Irish Times‘.

No artigo, o enólogo John Wilson afirma que “os vinhos brancos da região norte do país vão continuar a impressionar”, e dá como exemplo os vinhos da Rota do Alvarinho que “têm uma larga vantagem na competição com o espanhol Albariño”.


Em destaque está o ‘FP Branco’, de Filipa Pato, produzido na região da Bairrada, zona que é classificada com a designação Beira Atlântico, onde as regiões que fazem parte desta delimitação, “estão a começar a produzir alguns vinhos brancos e tintos deliciosos”, como descreve o crítico, que elabora uma previsão daqueles que serão os melhores vinhos para este ano.
Fonte: Revista Port
Outros Vinhos de Filipa Pato: 
 FP Tinto













Nossa Branco














Nossa Tinto

Quinta Da Mimosa Tinto


O Quinta da Mimosa tem a sua origem numa vinha com 40 anos, situada em Fernando Pó, zona privilegiada do concelho de Palmela. A fermentação é feita em cubas-lagares de inox com temperatura controlada, e maceração pelicular prolongada. Estágio de 12 meses em meias pipas de carvalho francês. Foram produzidas 50.000 garrafas de 0,75 litros.

Vinho de cor granada, concentrado, rico em taninos de boa qualidade, muito complexo, com aromas a lembrar frutos vermelhos maduros, muito confitados, bem conjugado com a madeira que lhe dá um toque a baunilha. Fim de boca persistente e muito prolongado.

Prémios Colheita 2011









Para experimentar, clique aqui:
Quinta da Mimosa

Já existe um copo que não entorna!

Já existe um copo que não entorna!

Promovido pela Super Duper Studio, o copo de vinho que não entorna chega agora ao mercado.
A Super Duper Studio decidiu criar o copo de vinho que irá ajudar os apreciadores desta bebida a vencer o seu maior drama: entornar. Já é tal o sucesso deste objeto que se torna difícil despachar todas as encomendas.
O copo chama-se Saturn Wine Glass e cada unidade custa 52 dólares, cerca de 42 euros. Segundo a empresa vendedora, a procura tem sido enorme.

Deixamos aqui um vídeo para que fique a conhecer melhor o produto:

http://superduperstudio.net/#saturn

Fonte: Tecnologia


Estado Liquido | Vencedor Melhor Wine Shop

Na passada sexta-feira, 16 de Janeiro de 2015, foram anunciados os vencedores dos Prémios W’2014 e fomos nós os eleitos para Melhor Wine Shop – Loja de Vinhos (Garrafeira). Este prémio privilegiou o trabalho que temos vindo a desenvolver baseado, no esforço e dedicação para com os nossos clientes.

Os prémios W são os prestigiados prémios no mundo do vinho organizados pelo conceituado enólogo provador e consultor, Aníbal Coutinho e que tem que tem como função apoiar e reconhecer o trabalho de excelência que se tem feito em Portugal.
Segundo os contactos privilegiados de Aníbal Coutinho, “a garrafeira Estado Liquido prima sua competência, conhecimento e aconselhamento”, para além de um vasto portefólio de produtos com especial destaque aos vinhos portugueses. Afirmam também, que fomos distinguidos anteriormente, pelas mesmas razões, pela conceituada Revista de Vinhos.

Salientam ainda o trabalho de excepção que tem sido desenvolvido através do website, www.estadoliquido.pt,  e a forma como chegamos a inúmeros clientes de norte a sul do país, ilhas e europa e finalizam com a nossa rede comercial que que coloca à disposição uma equipa de profissionais totalmente experientes e capacitados para aconselhar os melhores produtos aos seus clientes.


Cartuxa Reserva Tinto com Estojo

O Vinho
Cartuxa Reserva Tinto é produzido a partir das castas criteriosamente seleccionadas, Trincadeira, Aragonez, Alfrocheiro e Alicante Bouschet, plantadas nas vinhas da Fundação Eugénio de Almeida. Quando as uvas atingem o estado de maturação ideal, são colhidas e transportadas para a adega, onde se inicia o processo tecnológico com desengace total e ligeiro esmagamento. 

Em seguida, as uvas são fermentadas separadamente, em cubas de inox, à temperatura de 27ºC, a que se segue maceração de 26 dias. 

Estagio
Durante 15 meses em barricas novas de carvalho francês e 18 meses em garrafa.

A Prova
Com estágio em madeira de carvalho, são vinhos com boa estrutura, elegantes e que combinam os aromas das castas utilizadas a um sabor persistente e complexo. 

Conclusão
Cartuxa reserva tinto é um vinho de grande qualidade, que irá ajudar a tornar única a sua ceia de Natal.

Comprar ou Presentear
estadoliquido.pt / Cartuxa Reserva Tinto c/ Magnifico Estojo

Esporão 4 Castas Reserva 2012 - Especial Natal

Esporão 4 Castas Reserva 2012

Castas
Touriga Franca, Tinta Míuda, Cabernet, Sauvignon e Alicante Bouschet.

Idade das Vinhas
15 anos. 

Filosofia
O desafio para os enólogos de encontrar quatro castas que neste ano apresentam a maior empatia e em conjunto produzem um perfil de vinho complexo e distinto. 

Ano de Colheita
Ano de pouca chuva, de Primavera e Verão frescos, 2012 proporcionou condições favoráveis para os nossos vinhos tintos, com produções baixas mas de alta qualidade, resultando numa boa concentração das uvas e vinhos intensos e equilibrados.  

Estágio
Estagiou durante 6 meses em barricas de carvalho americano e francês, seguidos de mais 6 meses em garrafa antes de ir para o mercado.


Notas de Prova
Aspecto límpido, cor viva e concentrada. No aroma predominam os frutos vermelhos da Touriga Franca e as especiarias da Tinta Míuda. No palato o Cabernet Sauvignon atribuiu estrutura e elegância, e o Alicante Bouschet concedeu intensidade e equilíbrio.


O Polvo como companhia perfeita
Além do Bacalhau, um dos pratos da ceia de Natal em Portugal, no Douro, Minho e Açores, é o polvo. Atualmente, essa tradição de servir polvo guisado começa a estar na ceia de Natal de muitas famílias portuguesas. 

>>Polvo Guisado <<
Coza o polvo numa panela de pressão com uma cebola.
Faça um refogado e depois junte o polvo já cozido e cortado em pedaços, junte o tomate e deixe cozer 10 minutos. Depois regue com vinho branco e junte salsa e alho e deixe em lume brando. 


Finalize com vinho do Porto, não deixe ferver mais de 30 segundos. 


Encomende hoje na nossa loja on-line e receba o vinho para este fim de semana! 

Veja aqui: estadoliquido.pt / Esporão 4 Castas Reserva 2012

Harmonizar comida com o vinho


E porque gostamos de vinho, também gostamos de comer .
Para o dia de “Todos os Santos” , sugerimos um almoço em família.

>> Perna de Borrego com Mel <<
1) Faça um pasta de alho, sal, pimenta e misture azeite e mel.
2) Barre a perna do borrego.
3) Acrescente frescura, polvilhando alecrim fresco e regue com vinho branco.
4) Leve ao forno com batatas e cebolinhas.

Sirva acompanhado do vinho “Esporão Reserva Tinto”.


Saiba mais em www.estadoliquido.pt ou visite-nos pessoalmente, onde irá encontrar mais de 2.500 produtos expostos numa loja com mais de de 1.200 m2.




W Awards 2014 - Nomeados para Melhor Garrafeira (Loja de Vinhos) do Ano


Estamos nomeados. Obrigado a todos os que tornam possível o nosso crescimento diário. 

Ao longo de 2014, Aníbal Coutinho, conceituado crítico de vinhos, enólogo e formador, tem vindo a apreciar de perto as movimentações do sector vitivinícola nas mais diversas vertentes. Em cada semana, para 21 categorias nomeia os 10 melhores.

http://w-anibal.com/

Quinta do Carmo Tinto 2011



Castas
Aragonês, Trincadeira, Alicante Bouschet e Cabernet Sauvignon. 

Vinificação
Após uma vinificação com temperatura controlada de cada casta, os vinhos estagiam em barricas de carvalho francês. Após uma selecção criteriosa é feito o lote final do vinho. 

Estágio
12 meses em barricas de carvalho francês. 

Prova
O vinho Quinta do Carmo Tinto apresenta uma cor vermelha densa e profunda, com aromas complexos de frutos vermelhos e nuances de baunilha. É um vinho muito equilibrado e elegante que apresenta uma boa estrutura, concentrado e com taninos suaves. 

Gastronomia
Experimente o Quinta do Carmo tinto com pratos de carne elaborados. Combine este grande vinho do Alentejo com pratos ricos como os da gastronomia Alentejana. 

Guarda
Apresenta um grande potencial de guarda.

Prémios
Colheita 2009: Medalha de Bronze | International Wine Challenge | 2013. 
Colheita 2009: Medalha de Ouro | Selections Modiales des Canada | 2012. 
Colheita 2011: Medalha de Bronze | International Wine Challenge | 2011.

Encomendar online
estadoliquido.pt / Quinta do Carmo Tinto 2011



EN
Grape Varieties
Aragonez, Trincadeira, Alicante Bouschet and Cabernet Sauvignon.

Wine making
The grapes were processed separately in temperature controlled stainless steel vats. The wine then ages in French oak barrels for 12 months. After a critical selection of only the best wine, the final blend was made.

Ageing
12 months in French oak barrels.

Tasting Notes
Quinta do Carmo Red 2009 presents a dense and deep red color with complex aromas of red fruits and traces of vanilla. It is a very balanced and elegant wine that has a good structure, concentrated flavors and soft tannins.

Gastronomy
Try Quinta do Carmo 2009 with elaborate meat dishes. The Alentejo region is known for its gastronomy of meats, strong cheeses, and sausages. This wine is a great accompaniment for all.

Awards
2009 Vintage: Bronze Medal | International Wine Challenge | 2013.
2009 Vintage: Gold Medal | Selections Mondiales des Canada | 2012.
2007 Vintage: Bronze Medal | International Wine Challenge | 2011.

Buy safely
www.estadoliquido.pt / Quinta do Carmo 2011 Red Wine

Lavradores de Feitoria Meruge Tinto 2011

Castas
Tinta Roriz (80%) e outras (20%).

A Prova
A cor é viva, aberta, com nuances avermelhadas. Aroma é muito rico e elegante, onde predomina o carácter frutado, lembrando frutos como cereja e alguma ameixa. 

Com uma madeira bem integrada no vinho, muito contribui para a sua complexidade e enriquecimento aromático. 

Na boca é, fresco, muito elegante, apresenta notas aromáticas que recordam o aroma a frutos vermelhos, acidez muito equilibrada, taninos suaves e aveludados, com um final bastante longo e muito saboroso. 

Graças ao seu equilíbrio, promete longevidade.

Recomendado
Está pronto a beber ainda que deva ser decantado pelo menos 30 minutos antes de servir.

Saber mais
estadoliquido.pt / Lavradores de Feitoria Meruge Tinto 2011


Dez Tostões Tinto 2012 - Herdade da Maroteira

A História
Às 13 horas do dia 19 de Janeiro de 1919, foi desfraldada a bandeira azul e branca, num acto revolucionário de reinstaurarão da monarquia, previamente abolida em 1910. 

Criada para o seu restabelecimento, a moeda Tostões faria sucessão aos Reis. A duração deste regime foi de apenas 2 meses uma vez que a revolução fracassou e a republica foi reimplantada a 23 de Fevereiro de 1919.

A Prova
Um magnifico blend das castas Alicante Bouschet, Aragonês, Touriga Nacional e Syrah. 

Trata-se de um vinho equilibrado, encorpado e persistente de forte carácter expressivo. Um vinho que merece a sua prova.

*dos mesmos produtores do Vinho Cem Reis

Cova da Ursa Chardonnay 2013

Cova da Ursa 2013 - Chardonnay

Vinificação
Produzido com uvas da casta Chardonnay da nossa vinha Cova da Ursa, situada na zona de colinas de Azeitão, na serra da Arrábida. O seu solo pedregoso, argilo-calcário e o meso-clima da zona da Arrábida levam a que as uvas desta casta amadureçam lentamente atingindo uma elevada qualidade.
Da sua cuidadosa tecnologia de vinificação, realçamos a fermentação e maturação integral em barricas novas de carvalho francês Allier.

Estágio
5 meses em barricas de madeira nova de carvalho francês Allier.

Notas de prova
Aroma rico a frutos amarelos característicos da casta Chardonnay, como o pêssego e o ananás, combinado com nuances tostadas e abaunilhadas, provenientes do contacto com a madeira francesa. Na boca, encontramos fortes sabores a frutas amarelas, bem combinados com madeira, assim como uma franca acidez que lhe confere um carácter mineral e um final cheio e persistente.

Gastronomia
Pratos de peixe de sabor intenso ou de carne de aves. Recomendamos também com queijo de Azeitão, DOP.

3 vinhos brancos de Lisboa que o irão surpreender

Na região de Lisboa, região com longa história na viticultura nacional, a área de vinha é constituída pelas tradicionais castas portuguesas e pelas mais famosas castas internacionais. Aqui é produzida uma enorme variedade de vinhos, possível pela diversidade de relevos e microclimas concentrados em pequenas zonas da região.

3 vinhos brancos de Lisboa, que o irão surpreender


Casal Figueira "António " 2012

Este vinho é feito de vinhas velhas de Vital, casta autóctone da região de Lisboa, sob clima Atlântico e solo calcário.

Fruta amarela bem madura, ligeiros achocolatados e um pouco de menta, ervas apimentadas a dar complexidade e sedução. 

Cremoso, muito equilibrado, com acidez no ponto, minerais finos, final delicado e longo.

Um vinho a chamar e a merecer a sua prova.

Quinta do Monte Doiro " Madrigal " Branco 2012

Vinho produzido na região de Lisboa, 100% através da casta Viognier. 

Estagiou em barricas de carvalho francês. 

De cor bonita amarelada, é um vinho de forte personalidade com um expressivo aroma de flores primaveris. 

Tem um bouquet muito fresco a alperce, pêssego, figos secos e mel. 

Expande-se na boca numa miríade de fragrâncias evanescentes, seduzindo pela sua frescura e equilíbrio. 

Delicioso com carnes, peixes e legumes.






Quinta do Rol - Pinot Gris

A criação de um grande vinho é uma arte, que deve tanto ao homem como à natureza.
Na Quinta do Rol alia-se a tradição vinícola centenária, aos bons solos franco-argilosos da Estremadura. 

Desde a fundação de Portugal que os francos se instalaram nesta região. Dom Jordão, fidalgo francês da conquista de Lisboa, foi o primeiro Senhor da Lourinhã, com foral do Séc. XII, daí a flor-de-lis no seu brasão.


A partir da casta Pinot Gris, elaborou-se este vinho em fermentação de temperatura controlada. Fresco e bem estruturado, o aroma apresenta-se frutado e floral. 

Acompanha na perfeição, pastas, peixes e mariscos. Deve ser servido frio.



Vinho Colheita Tardia - Top 3

Colheita Tardia (Late Harvested)
Designa um vinho feito com uvas vindimadas mais tarde do que o normal, ultra-maduras, quase transformadas em uvas-passas na videira. Todos os vinhos “colheita tardia”, dependem igualmente deste tipo de amadurecimento natural, para ter o tão característico teor de açúcar elevado.

Entre as várias e excelentes escolhas, iremos sugerir estas 3 excelentes colheitas tardias:

Casal Figueira Vital 2012

Castas
Petit Manseng

Prova
Apresenta uma maravilhosa e límpida cor que transmite pureza mas mesmo assim é bastante doce, nota-se a tangerina e o pêssego. 

Muito bom para acompanhar sobremesas e/ou uma conversa entre amigos.

Recomenda-se
Abrir 10 minutos antes de o consumir
Concha y Toro 

Castas
Sauvignon Blanc

Prova
Cor amarelo brilhante com reflexos bem dourados, chamando a atenção. 

Aromas vegetais e de maracujá no início, com notas florais e de mel aparecendo aos poucos. 

Em boca é um vinho com muita cremosidade e muito, muito, muito doce. 

Mel muito presente.
Malhadinha Late Harvested

Castas
Petit Manseng

Vinificação
As uvas foram colhidas manualmente nos primeiros dias de Novembro e criteriosamente seleccionadas na mesa de escolha. O mosto foi inoculado com leveduras seleccionadas e a longa fermentação a baixas temperaturas foi interrompida por forma a manter um adequado nivel de acucar residual, seguindo-se um estágio de 12 meses em barricas de carvalho francês.

Prova
Nariz fresco e complexo. Notas de alperce, citrinos e folhas de chá com a madeira presente mas bem integrada. 

Na boca é rico sem ser pesado, a doçura é equilibrada pela acidez cortante, final longo com nuances de frutos secos.




Estas e outras colheitas tardias, em:
www.estadoliquido.pt/ Colheita Tardia