Herdade da Maroteira - Vinhos Cem Reis


A Herdade da Maroteira pertence desde há várias gerações à família do actual proprietário, Michael Brian Reynolds Mollet, directo descendente do primeiro membro da família Reynolds (irmão do famoso pintor inglês Sir Joshua Reynolds) a estabelecer-se em Portugal.
Inicialmente, a família Reynolds exerceu a sua actividade no comércio do vinho na cidade do grande Porto, vindo posteriormente a estabelecer-se na região do Alentejo na procura e aquisição de inumeras florestas de cortiça, tanto em Portugal como em Espanha, tendo inclusivé possuido fábricas em ambos os países.

Enquanto que o objectivo principal desta herdade tem vindo desde sempre a ser a cortiça, algumas das herdades pertencentes à família Reynolds diversificaram a sua actividade, produzindo vinho, entre as quais se destacam a Herdade do Mouchão (bem conhecida pela qualidade do seu vinho), Quinta do Carmo e Herdade das Carvalhas (fazendo actualmente parte do grupo Rothschild).

Um dos filhos do actual proprietário, Philip Edward Reynolds Mollet, gere esta propriedade de aproximadamente 550 hectares. Philip foi responsável pela plantação de uma vinha, inicialmente, de 10 hectares, da qual uma quantidade pequena de vinho de qualidade é produzida, sendo as restantes uvas vendidas a adegas locais.

Recentemente, decidiu-se produzir 3000 garrafas de vinho pela comemoração da nota TIENTJE emitida em 1945 pelo seu avô materno, Professor Pieter Lieftinck, que foi o primeiro Ministro das Finanças Holandês após a Segunda Guerra Mundial.
O vinho feito a partir de uma seleccionada vindima manual foi aclamado extensamente por criticos dentro e fora de Portugal. Ao vinho vendido, sob o nome português “CEM REIS”, foi-lhe concedido medalhas de prata no Estoril International Wine Challenge e Mundus Vini na Alemanha, em 2007.


Cem Reis " Syrah Reserva " Tinto 2008

O produtor holandês, bisneto de um ministro das finanças holandês, quis homenagear a ascendência com um rótulo que, colado a Portugal, reproduz uma nota antiga de cem reis. Uma escolha acertada para vestir um vinho de estilo tipicamente novo mundo.

É um vinho directo, volumoso, envolvente, frutado, especiado, macio nos taninos e na acidez, glicerinado e amplo no final de boca. Mas sempre fiel ás origens, mantendo uma "alentejanidade" que o mantém atraente e singular. Beba-o agora e descubra a sensualidade em forma de vinho!

Cem Reis Syrah Reserva 2008 é um vinho muito harmonioso. Notas florais, muita compota e fruto vermelho. Final prolongado, muito perfume e consistente até ao fim. Um verdadeiro Syrah e uma bela surpresa. Altamente recomendado.






Cem Reis " Viognier " Branco 2008

Cem Reis branco foi produzido a partir de uvas seleccionadas da casta viognier. Vindimadas á mão estas foram vinificadas a uma temperatura controlada e o vinho envelheceu durante seis meses em cascos de carvalho francês e em cubas de aço inoxidável.

De cor amarelo citrino, o vinho é intenso e frutado com notas de flor de laranjeira e frutos tropicais. Tem uma textura cremosa resultante do contacto com as borras finas durante o estágio e um final longo e persistente.

Vivamente recomendado.








Para comprar visite a loja online: www.estadoliquido.pt / Vinhos Cem reis

Tem alguma dúvida ou sugestão, contacte-nos: Estado Liquido / Contactos

0 comentários:

Enviar um comentário