sexta-feira, 27 de abril de 2012

Vinho Tinto: Monte da Peceguina 2010

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments


Vinho Tinto - Monte da Pecegueira 2010
Era uma vez uma pequena flor, pequena e que foi crescendo até ficar grande e esbelta, de pétalas rosadas e tons tímidos amarelados....Não, não está a fazer confusão, estamos mesmo a falar de um vinho.

É assim que o vinho tinto Monte da Peceguina alcança os nossos olhares, remetendo-nos directamente para o afecto e a infância, com as suas habituais ilustrações nos seus rótulos que, exibem desenhos de crianças próximas do produtor. Aqueles desenhos que são colocados na porta do frigorifico ou mesmo afixados no escritório  feitos pelo João ou pela Maria ou pela Matilde, pois todos eles são assinados e são como forma de comunicarem com um universo mais sério.

Este vinho é produzido pela Herdade da Malhadinha, região do Alentejo, feito a partir de castas Aragonez, Alicante Bouschet, Touriga Nacional, Syrah e Cabernet Sauvignon e é um vinho altamente recomendado.

Este Monte da Peceguina 2008 Tinto apresenta muito fruto no aroma, lembrando bagas maduras, compotas frescas, minerais, tudo bastante atractivo. Um vinho tinto bem equilibrado apesar da juventude, cheio de fruto franco e limpo, um tinto muito apetecível.

Notas de Prova:
Cor: O Monte da Peceguina Tinto 2010 apresenta uma  cor límpida e brilhante com tom grená e reflexos  vermelhos.
Aroma: No nariz sobressai o aroma vivo e  refrescante a notas de frutos silvestres, ameixas  pretas e fruta vermelha madura.
Paladar: Na boca, é um vinho tinto muito macio e fresco, com  taninos sedosos, equilibrado e com boa estrutura. O final é longo e persistente.

Para compara clique aqui

Mais Fotografias

       



quinta-feira, 26 de abril de 2012

Os Melhores Gins para esta Primavera: Hendricks, Gin V'ine e Gin Mare

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments

Esta primavera escolha os gins para beber e fazer grandes cocktails. Neste post vamos destacar três excelentes marcas de gins e mostrar-lhe três receitas para, num jantar, lanche ou até um piquenique oferecer aos seus convidados cocktails refrescantes e com aroma a primavera.





Esta é uma bebida original e única, ou conforme definida pelo destilador William Grant, um gin "iconoclasta"- tanto por sua origem escocesa, como por conter, para além dos tradicionais ingredientes (zimbro, coentro e sumo de limão), infusão de pepino e pétalas de rosa. Considerado um dos melhores gin´s do mundo, por muitos apreciadores.

Cocktail: My Fair Cocktail
-  5cl de gin Hendrick’s
- 2cl xarope de açúcar
-  1,5cl de sumo de limão fresco
-  2 Fatias de pepino

Preparação
Prepare um copo de martini com a parte exterior do rebordo molhada com lima, espalhando depois cuidadosamente uma mistura de sal e tomilho húmido. Junte os 4 primeiros ingredientes com uma fatia de pepino num shaker com gelo e agite bem. Sirva para um copo de martini gelado e enfeite-o com uma fatia fina de pepino.

Para comprar clique aqui


G'Vine Gin Floraison é como uma caminhada pelas vinhas em flor: fresco,perfumado e floral. Este é um Gin aveludado, integrado, complexo, muito versátil, com um intenso sabor e gosto agradável a flores unido a um aroma sumamente floral que nada tem a ver com os demais Gins que são mais alcoólicos, agressivos e predominantemente ásperos. 

Cocktail: Negroni Perfeito
- 1 dose G'Vine Flouraison
- 1 dose Campari
- 1 dose vermute doce

Preparação
Misturar estes três ingredientes, adicionar gelo, e agitar-se durante 20 segundos. Sirva num copo de vidro de cocktail, antecipadamente refrigerado e enfeite com rodelas de lima.

Para comprar clique aqui


A base deste gin Mare é a azeitona, tomilho, alecrim e manjericão, o chamado gin mediterrânico. Uma receita diferente...

Cocktail: Gin Tónico
- 35 ml MARE GIN 
- 200 ml de Água Tónica
- 1 Lima
- Bagas vermelhas a gosto

Preparação
Deixar o copo refrescar com o próprio gelo, depois espremer a lima e colocar as bagas vermelhas no copo. Em seguida, servir o gin e delicadamente a água tónica, para manter as bolhas de gás.  

Para comprar clique aqui






segunda-feira, 23 de abril de 2012

Esporão Duas Castas - Branco 2010

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments

Para esta Primavera, começamos com um vinho branco da Herdade do Esporão, "Duas Castas" 2010. Este é um vinho branco de aspecto límpido e cor citrina, com nuances de frutos que recordam a manga e tangerina.

Capaz de proporcionar refeições surpreendentes, acompanha perfeitamente saladas de camarão ou perdiz e peixes no forno. A temperatura ideal para consumo deve rondar os 10-12ºC.

Este vinho com um sabor intenso no paladar, elegante e harmonioso finaliza delicadamente mas com persistência.

Para além destas características, este vinho foi um dos primeiros vinhos a entrar no mercado com uma rolha com certificação florestal, com o selo FSC em Portuga (Forest Stewardship Council). Ao adoptar as rolhas FSC, o Esporão, produtor do vinho "Duas Castas" pretende promover as boas práticas florestais valorizando os produtos dessas florestas.

Pode encontrar este vinho na nossa loja online a um preço bastante económico.
Encontre-o aqui!



quinta-feira, 19 de abril de 2012

Vinho Roquette & Cazes (Tinto 2009)

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments


O destaque desta semana vai para o vinho Roquette & Cazes - Tinto 2009, um excelente vinho para acompanhar pratos intensos de carne e caça ou cozinha italiana elaborada.


Opinião sobre o produto: 
Cor: Rubi intenso de grande profundidade com auréola curta.
Nariz: Grande projecção aromática, com notas muito limpas de frutos silvestres frescos, em excelente harmonia com suaves notas tostadas que fazem lembrar cacau.
Boca: Elegante início, volume robusto com taninos macios e redondos. Destacam-se os frutos silvestres e o final profundo de grande extensão e complexidade.

Este vinho tem estágio em garrafa e poderá apresentar ligeiro depósito. Decantar previamente e servir a uma temperatura de 16Cº. Está pronto a beber. Acompanhará muito bem pratos intensos de carne e caça ou cozinha italiana elaborada.

Desde 2002 que a família Roquette da Quinta do Crasto (Douro - Portugal) e a família Cazes do Château Lynch-Bages (Bordeaux - França) se associaram para compartilhar os seus conhecimentos. O objectivo é produzir grandes vinhos usando a tecnologia de vinificação francesa no privilegiado "terroir" do Douro. O vinho Roquette & Cazes é o irmão mais novo deste projecto. Tem na sua filosofia os ensinamentos que recebeu do seu irmão Xisto: elegância, fineza e profundidade de boca. A maior diferença está no estágio em garrafa, o qual é ainda mais prolongado com o único objectivo de estar mais pronto a beber quando sai para o mercado.

Informa-se também que o vinho Roquette & Cazes Tinto 2007 ganhou o premio de melhor vinho , no TOP TEN da categoria vinhos tintos do velho mundo da Expovinis - Brasil.

Para comprar: Clique aqui

Fotos do vinho Roquette & Cazes - Tinto 2009



segunda-feira, 9 de abril de 2012

A refrescante chegada da Colheita 2011: Soalheiro Alvarinho

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments

Soalheiro Alvarinho 2011
Contrariando a norma de lançamentos de vinhos brancos, foi anunciado ainda no final do ano 2011, a mais recente colheita do vinho Soalheiro, um dos vinhos brancos mais consistentes no panorama nacional.

Descrição: Vinho Branco Soalheiro Alvarinho (2011) 
Cor amarelo citrino límpida. Nariz intenso e limpo de aromas frescos a lembrar fruta cítrica junto de uma intensa mineralidade. Fruta de pomar pouco madura como a pêra, maçã não querem ficar de fora e trazem consigo nuances vegetais, fenos, folhas de videira e folhas de tomateiro. Boca grande, com bastante vivacidade, vivacidade esta, dada pela grande frescura que se vai sentido ao longo da boca. Forte mineralidade a esmagar a intensa fruta fresca, limão e algum marmelo pouco maduro. O lado vegetal é doce e intenso, muito agradável. Vinho de boa persistência e com bom final de boca.


Opinião sobre: Vinho Branco Soalheiro Alvarinho (2011) 
Alvarinho Soalheiro é uma revelação clara de um terroir único, com provas dadas quanto à sua genial capacidade de envelhecimento. A casta Alvarinho é a rainha desta casa, sendo, aliás, a única casta plantada. Os solos são graníticos, estando as vinhas encepadas a baixas altitudes, onde as temperaturas favorecem a maturação. Ano após ano, a Quinta de Soalheiro tem vindo a afirmar-se como uma grande referência nacional no que concerne a vinhos brancos de elevada qualidade, acumulando já variadíssimos prémios nacionais e internacionais. A colheita de 2007 deste Soalheiro Alvarinho, foi o grande vencedor do Essência do Vinho 2009, na categoria de vinhos brancos. Publicada por OLGA CARDOSO em: http://aminhaloucapaixao.blogspot.com

Aproveite e adquira já hoje aqui!

quinta-feira, 5 de abril de 2012

O parceiro para os seus chocolates nesta Páscoa: Porto Ruby

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments


Os vinhos do Porto Ruby são a companhia ideal para uma tábua de queijos, sobremesas de chocolate ou mesmo para uma redução intensa de vinho do Porto. Acompanham bem queijos de sabores intensos como um cheddar artesanal ou um Red Leicester. Uma rica mousse de chocolate ou um brownie de chocolate acompanhado de frutos silvestres irão estimular as papilas gustativas e faze-lo esticar-se até a garrafa para reabastecer o copo.

Os vinhos do Porto Ruby muitas vezes são utilizados no mundo da culinária para fazer as reduções de vinho do Porto mais doces, maravilhosas quando servidas sobre carne de veado ou bife de vaca, e igualmente agradáveis quando colocadas sobre peras em calda.

Os vinhos do Porto Reserva , como o Taylor’s First Estate, cheio de deliciosos sabores de fruta preta pede por uma tábua de queijo que inclua um Pont L’Evêque maduro e aromático, um Brie de Meaux cremoso e intenso ou porque não um queijo italiano como o Taleggio.

O Taylor’s Late Bottled Vintage é elegante e frutado, exibindo a herança dos grandes vinhos Vintage da Taylor´s. É um par excelente para um queijo de cabra como um Valençay fresco ou um Sainte-Maure. À medida que a textura densa e quebradiça do chèvre se dissolve ao entrar em contacto com o vinho, a fruta madura e opulenta do LBV funde-se com os sabores ricos e acídulos do queijo numa sinergia sublime.

Os amantes das sobremesas devem apreciar o LBV com um fondant de chocolate quente com gelado ou porque não com um bolo de chocolate com molho de framboesa.

Fonte Conteúdo + Fotografia: Taylor

Para comprar: Clique Aqui!

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Gin Tanqueray: Uma bebida de Excepção

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments


Gin Tanqueray
O gin TANQUERAY tem uma imagem de sofisticação, elegância e qualidade, sendo a melhor combinação do Martini para se fazer um excepcional Dry Martini. Encontrado nos ambientes mais requintados do mundo, o TANQUERAY é uma das escolhas favoritas para qualquer bebida que leve gin.

Charles Tanqueray que estabeleceu a primeira destilaria em Londres, 1930, e foi ele que produziu o melhor gin London Dry disponível naquela altura e definiu novos padrões na produção de gin. Hoje, gins Tanqueray são feitos com a experiência e paixão de nosso mestre destilador, o guardião do legado de Charles.

Gin Tanqueray - London Dry
Foi o Gin Tanqueray London Dry o gin que ganhou mais prémios pelo seu sabor do que qualquer outro gin. Esta bebida, composta por uma mistura clássica de plantas artesanais e cuidadosamente seleccionados, tem uma elegância e equilíbrio que o diferencia de tudo o resto. Um sabor ousado, profundidade e crocante permite um brilhar singular através de cocktails

Gin Tanqueray: Nr. 10
Tanqueray No. TEN é um requintado e  suave gin, feito a partir de plantas artesanais cítricas, seleccionadas cuidadosamente.


Tanqueray Rangpur foi a última criação,  destilado com o raro limão cravo para um gosto mais subtil e acabamento suave.










Para comprar: Clique aqui