terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Aprender mais sobre vinhos - Como provar vinhos como um profissional

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN , , , No comments

Introdução ao vinho - Como provar vinhos como um profissional: Ajuda para quem se quer iniciar neste maravilhoso e saboroso Mundo.

Os vinhos são frequentemente descritos em termos das várias características de sabores. Você já terá ouvido as pessoas falarem de vinhos secos e doces, vinhos de corpo ligeiro ou encorpados, vinhos com “notas de madeira”, ou vinhos que lembram diferentes tipos de frutas. Antes de continuar, devemos ver como os profissionais provam e descrevem o vinho.

Técnica de Prova
Qualquer um pode se tornar um "bom profissional" se seguir este simples esquema:

Observar
Primeiro, observe o vinho que está no seu copo sobre uma folha de papel branco. Deverá classificar o seu vinho como tinto, branco ou rosé. Também poderá completar as suas notas com comentários, tipo limão pálido ou púrpura profundo. Pode reconhecer algumas das cores mas, o que é importante, é que saiba quais os vinhos da sua lista que são tintos, brancos ou rosés, para que possa ajudar outros a fazerem as escolhas.

Cheirar
Cheire o vinho. Em seguida, abane o vinho no copo, em círculo, e cheire novamente. Repare como os aromas são libertados. O aroma do vinho deverá ser limpo; você não quer vinhos com defeito. O aroma vai dar-lhe uma ideia do carácter do vinho.

Aromas de frutas
Podem indicar uma determinada casta. Por exemplo, o Sauvignon Blanc liberta aromas de groselhas ou de citrinos e o Cabernet Sauvignon pode libertar aromas de cassis.

Aromas florais
Podem indicar determinada casta, como um Riesling novo, o qual costuma libertar aromas de madreselva.

Aromas e especiarias
Os aromas de baunilha e cravo podem indicar o uso de madeira de carvalho. Algumas castas, como o Shiraz, podem ter aromas especiados e apimentados.

Aromas vegetais
Podem indicar idade (evolução em garrafa) ou algum tipo de casta, como a Pinot Noir. Quando estiver a descrever um aroma de carácter vegetal, é provável que este seja herbáceo como relva recém cortada ou pimenta verde (no caso dos vinhos novos) ou um certo aroma a folhas molhadas e cogumelos no caso de vinhos mais velhos.

Aromas defeituosos
No entanto, estes aromas devem ser agradáveis! Se você detectar aromas a mofo (como armário com humidade), aromas de vinagre, verniz para unhas ou qualquer outro aroma desagradável, pergunte sempre a alguém com mais conhecimentos para verificar o estado do vinho antes de ele ser servido.

Sabor
Prove o vinho e, sem o deixar escapar da boca, aspire um pouco de ar por entre o vinho e sobre as suas papilas gustativas.

O sabor do vinho pode indicar o seguinte:
Doçura - Seco, meio-seco ou doce
Características do Sabor - Frutado, floral, especiado, vegetal
Corpo - Ligeiro, médio ou encorpado
Outros - Taninos, acidez, madeira

Cuspa!
Todos os provadores profissionais de vinho expelem o vinho para evitar o consumo excessivo de álcool e para manter o palato fresco para o vinho seguinte.

0 comentários:

Enviar um comentário