quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Jancis Robinson destaca vinhos tintos nacionais com a melhor pontuação

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments


Elogiada qualidade dos tintos nacionais com média de 16,5 pontos, na escala de 20, atribuída a colheitas entre 1999 e 2012. 

Os vinhos tintos portugueses lideram a escolha de Jancis Robinson, obtendo a pontuação média de 16,5 pontos, numa escala de 20. São vinhos de colheitas entre 1999 e 2012, que posicionam Portugal no primeiro lugar, à frente dos Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia, França, Espanha e Itália. 

A pontuação resulta da avaliação efectuada às colheitas de 1999 até 2012. Jorge Monteiro, presidente da ViniPortugal, afirma que "aquele resultado vem confirmar a consistência de qualidade dos vinhos portugueses, demonstrando que hoje Portugal está a consolidar a sua imagem como país de Grandes Vinhos. 

Neste sentido o enaltecimento da Jancis Robison, prestigiada crítica de vinho com reconhecimento internacional, que avaliou os vinhos portugueses a par com vinhos de países produtores do novo e do velho mundo vitícola internacional, constitui um enorme estimulo ao trabalho desenvolvido pelos nossos enólogos e uma confirmação que estamos no caminho certo." Esta informação é divulgada no artigo de Jancis Robinson, em co-autoria com Valentina Romei, publicado no "Financial Times", jornal económico inglês de referência, no qual Jancis colabora e é colunista. 

No painel dos vinhos brancos são enaltecidos outros países produtores de vinho, nomeadamente Áustria, França, Nova Zelândia e Itália. O sector do vinho e o enquadramento mundial é outro tema analisado no artigo, sendo revelado que nunca se consumiu tanto vinho como agora e esta tendência é liderada pelos EUA, China e Rússia. Os jovens são os maiores consumidores entusiastas nos EUA: integram clubes de vinho, participam em cursos de vinho e procuram o turismo de vinho e wine bars. 

O vinho está na moda tanto na China (o 5º maior produtor internacional e consumidor de vinho) e na Ásia, como na Rússia, e está associado à sofisticação e a um espirito fortemente moderno e ocidental.

in:Wines of Portugal

0 comentários:

Enviar um comentário