segunda-feira, 10 de março de 2014

Loja The Glenlivet em Taiwan

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN , No comments


Uma das vantagens de quem viaja de avião por vários destinos do Mundo, é poder ser surpreendido com espaços como este, muito agradáveis e com conceitos muito actuais. Neste caso é um espaço da responsabilidade da Pernod Ricard, onde divulga o "ouro liquido" Glenlivet no terminal 2 do aeroporto de Taoyuan-Taiwan.

Há cerca de 200 anos a Escócia era um verdadeiro "estado selvagem": com a dramática subida de impostos para financiar as campanhas militares, o contrabando institucionalizou-se. Só no remoto vale do rio Livet, havia mais de 200 destilarias ilícitas. Os alambiques eram quase de miniatura para se esconderem facilmente perante a ameaça dos "Excisemen", os zelosos cobradores de impostos. Os contrabandistas armados em bandos dominavam o negócio, em particular naquela região montanhosa e inóspita.

Em 1823, tudo mudou. A nova legislação, no "combate à evasão fiscal", reduziu drásticamente o imposto e incentivou a legalização das destilarias. George Smith, um modesto rendeiro do Duke de Gordon, foi o primeiro a fazê-lo em 1824. Nascia assim o célebre The Glenlivet. No espaço de 10 anos, após ter sobrevivido a todas as ameaças (o seu celebre par de pistolas é hoje orgulhosamente ostentado no museu da destilaria), era também o único: todas as destilarias ilegais tinham fechado as portas!


The Glenlivet situa-se à entrada dos montes Grampian, no vale do rio Livet e daí o nome Glenlivet, na zona mais alta de Speyside. 


Artigos Relacionados

Johnnie Walker apresenta um novo conceito de loja




0 comentários:

Enviar um comentário