terça-feira, 29 de abril de 2014

Comprador afirma que vinho mais caro do mundo era falso e abre processo

BY Estado Liquido - Wines & Spirits No comments


Garrafa do Château d'Yquem de 1787 considerada a mais cara do mundo em 2006 seria falsa, segundo o comprador.








Julian LeCraw Jr está a processar a Antique Wine Company (AWC), uma empresa britânica que comercializa vinhos raros, de ter vendido vinhos falsificados, entre eles uma garrafa de Château d'Yquem datada de 1787 cujo valor de aproximadamente US$ 100 mil foi considerado o mais alto já pago por uma garrafa de vinho até 2006. O processo aberto por Julian LeCraw Jr pede US$ 25 milhões para reparar os danos. A AWC reagiu fortemente com as alegações e disse que “vai se defender da ação judicial vigorosamente”. “The Antique Wine Company nega veementemente as alegações feitas por Le Craw.




in. revistaadega

0 comentários:

Enviar um comentário