quinta-feira, 15 de maio de 2014

Estados Unidos lideram consumo de vinho

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments


Os norte-americanos estão a desenvolver o gosto pelo vinho e a prova disso é o aumento do consumo. Os Estados Unidos destronaram, no ano passado, a França e tornaram-se o maior mercado consumidor em termos de volume, segundo a Organização Internacional do Vinho e da Vinha.
Mas quando se trata de consumo “per capita” as contas são outras. Os franceses consomem em média uma garrafa e meia por semana, seis vezes mais do que os norte-americanos.
No ano passado, os Estados Unidos consumiram um total de 29,1 milhões de hectolitros de vinho. A França pouco mais de 28 milhões, o que representa uma queda de sete por cento. Surgem depois Itália (21,7 milhões de hectolitros), onde o consumo cai, e a Alemanha (20,3 milhões), um dos poucos países europeus onde o consumo sobe.
Em Portugal, o consumo ficou pelos 4,5 milhões de hectolitros.
Nos Estados Unidos, há uma mudança de mentalidade, como explica Antony Riboli, cuja família produz vinho há 90 anos na região de Los Angeles: “No passado, penso que o vinho tinha uma conotação de produto de luxo, muito caro. Agora, veem-se pessoas a dizer “posso encontrar uma boa garrafa de vinho por menos de vinte ou quinze dólares”, ou bebem um copo ao jantar. Essa é a nova tendência do setor e acho que se vai manter. As pessoas estão a ver o vinho como uma bebida nacional”.
Entre 2002 e 2011, o consumo anual “per capita” dos norte-americanos subiu 17%. A Organização Internacional do Vinho e da Vinha reconhece que ainda há margem de progressão, sobretudo, ao nível da qualidade, privilegiada pelos franceses.
Já o consumo mundial ascendeu a 239 milhões de hectolitros, 40 milhões de hectolitros aquém da quantidade produzida no planeta.
In. euronews

0 comentários:

Enviar um comentário