quarta-feira, 30 de abril de 2014

Uma conversa à volta do Soalheiro Alvarinho Reserva

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN , No comments


Num dia de bom tempo, uma das melhores convocatórias que podem ser feitas é para participar numa tertúlia entre amigos acompanhados por um excelente e adequado vinho, neste caso o escolhido é o estupendo Vinho Verde, Soalheiro Alvarinho Reserva.

O Vinho Verde é único no mundo. Um vinho naturalmente leve e fresco, produzido na Região Demarcada dos Vinhos Verdes, no noroeste de Portugal, uma região costeira geograficamente bem localizada para a produção de excelentes vinhos.


Com baixo teor alcoólico, e portanto menos calórico, o Vinho Verde é um vinho frutado, fácil de beber, óptimo como aperitivo ou em harmonização com refeições leves e equilibradas: saladas, peixes, mariscos, carnes brancas, tapas, sushi, sashimi e outros pratos internacionais.

A flagrante tipicidade e originalidade destes vinhos é o resultado, por um lado, das características do solo, clima e factores sócio-económicos da Região dos Vinhos Verdes, e, por outro, das peculiaridades das castas autóctones da região e das formas de cultivo da vinha. Destes factores resulta um vinho naturalmente leve e fresco, diferente dos restantes vinhos do mundo.



Soalheiro Alvarinho Reserva 2011

750Ml

13%Vol

 A colheita caracteriza-se por um processo de maturação lento com temperaturas amenas durante o mês de Agosto e Setembro. O início da vindima ocorreu na segunda semana de Setembro. Estas condições favorecem o equilíbrio entre os açúcares e os ácidos, permitindo a manutenção da intensidade aromática e gustativa do Alvarinho.

Cor amarela intensa, aroma elegante e persistente com nuances de barrica, mantendo a frescura e a fruta da casta Alvarinho. 

O sabor é encorpado e complexo. 

Sugestão Gastronómica: ideal como aperitivo ou para acompanhar mariscos, pratos de peixe, pratos de carnes de aves e claro uma boa conversa entre amigos.


Para encomendar online - clique aqui

Bruxelas aprova apoio de 851 mil euros para promover azeite e vinho português

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments

Dois programas portugueses para promover o vinho e o azeite receberam, ontem, luz verde da União Europeia (UE) para receber um financiamento global de mais de 1,6 milhões de euros, 851 mil euros dos quais oriundos de Bruxelas. 

A Comissão Europeia aprovou no total 20 iniciativas de promoção de produtos agrícolas dentro e fora da Europa, que terão um orçamento de 46,5 milhões de euros, 50% financiados pela UE. A maioria destes programas (como é o caso dos portugueses) vai desenvolver-se ao longo de três anos e foram seleccionados entre 33 projectos apresentados até 30 de Novembro de 2013, no âmbito do regime de informação e promoção. 

Esta é, assim, a primeira vaga de apresentação de programas para 2014. Para promover os vinhos no mercado nacional, a Associação das Empresas de Vinho do Porto vai receber um total de 281,780 euros (169,074 vindos de Bruxelas). 

O outro programa é liderado, em conjunto, pela Comissão Vitivinícola Regional Alentejana e a Casa do Azeite que querem divulgar o vinho e o azeite português não só no mercado interno, mas também na Alemanha, Reino Unido, Suécia e Polónia. As duas entidades dispõem de um total de quase 1,4 milhões de euros, a três anos, 681,972 euros dos quais são fundos comunitários. 

 De acordo com a informação divulgada por Bruxelas, os programas seleccionados abrangem produtos com classificações de qualidade (como os de Denominação de Origem Protegida ou Indicação Geográfica Protegida), biológicos, frutas e produtos hortícolas, vinho, leite, flores, frutas ou produtos transformados à base de cereais e arroz. A divulgação no espaço extra-comunitário será feita na América do Norte, Rússia, China, Médio Oriente, Sudeste Asiático, Índia ou Turquia. Entre os projectos que vão receber ajudas, há ovos de Espanha, presunto de Itália, produtos lácteos da Polónia ou cereais da Grécia.

in. publico.pt

terça-feira, 29 de abril de 2014

Existem horas felizes com vinho do Porto

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN 1 comment


Das 18h30 às 20h00, é o momento de “Happy Hour” no Vintage House Hotel, no Pinhão. Um fim de tarde dedicado ao vinho do Porto no Library Bar do hotel, que convida a provar alguns dos melhores néctares do Douro vinhateiro.

São duas as opções: uma prova de três vinhos, seco, 10 anos e rosé; ou escolha individual, com possibilidade de experimentar um Porto Tónico, um Caipiporto ou um Porto Rosé. 

Cada vinho é acompanhado por uma explicação detalhada. 

Comprador afirma que vinho mais caro do mundo era falso e abre processo

BY Estado Liquido - Wines & Spirits No comments


Garrafa do Château d'Yquem de 1787 considerada a mais cara do mundo em 2006 seria falsa, segundo o comprador.








Julian LeCraw Jr está a processar a Antique Wine Company (AWC), uma empresa britânica que comercializa vinhos raros, de ter vendido vinhos falsificados, entre eles uma garrafa de Château d'Yquem datada de 1787 cujo valor de aproximadamente US$ 100 mil foi considerado o mais alto já pago por uma garrafa de vinho até 2006. O processo aberto por Julian LeCraw Jr pede US$ 25 milhões para reparar os danos. A AWC reagiu fortemente com as alegações e disse que “vai se defender da ação judicial vigorosamente”. “The Antique Wine Company nega veementemente as alegações feitas por Le Craw.




in. revistaadega

Gin até 20 euros - Qualidade a preço imbatível

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN , No comments

Nunca ninguém pensou que em tão pouco tempo Portugal passasse a ser um dos maiores consumidores de Gin per capita da Europa. E nunca ninguém imaginou que tão rapidamente Portugal deixasse de ser apenas o país que consome Gin para passar a ser um país que produz, vende, distribui, comunica e celebra o amor pelo Gin.

É certo que alguns consumidores têm lamentado a suposta perda de valores tradicionais nos gins, enquanto outros celebram uma nova diversidade.

Existindo com botânicos que "nem se sabia que existiam" aos mais tradicionais, o certo é que o Gin veio para ficar. Entre tantos gins que temos para oferta (para ver todos clique aqui), desta vez destacamos a qualidade ao preço mais acessível. São 11 dos muitos Gins a menos de 20 euros.


 GIN OPIHR ORIENTAL SPICED

O Gin Opihr abre seus sentidos para os aromas ricos da antiga rota das especiarias. É um premium com um sabor diferente e rico em especiarias. O Gin Opihr é um gin para os paladares mais exigentes, feito com 10 botanicos como Tellicherry pimenta, cardamomo ou coentro de Marrocos. O sabor é intenso, picante com notas cítricas.

Recomendamos que seja servido com casca de laranja ou limão, finalizando com pimenta e algumas gotas de tabasco.




 GIN BEEFEATER " LIMITED EDITION

Considerado uma das maiores marcas do mundo, o Gin Beefeater é composto de nove ingredientes: junípero, raiz de angélica, sementes de angélica, sementes de coriandro, alcaçuz, amêndoas amargas, orris, laranjas de Sevilha, e casca de limão. O aroma começa suave, mas rapidamente fica bastante quente, com um nariz de junípero forte, seguido por um aroma de citrinos e especiarias. Na boca dominam as notas de junípero seguidas por um toque de citrinos e especiarias. Pode ser consumido com Martini ou em cocktails.

Como servir: fica perfeito com toranja e um ramo de salsa.



 GIN BOMBAY " ROTULO BRANCO " ORIGINAL 0,70

O Gin Bombay é feito após uma receita tradicional, que tem a origem desde 1791. É destilado a partir de oito plantas, comercializadas no mundo inteiro. Apresenta aromas de cítrinos e especiarias, com uma textura suave e delicada.

 Paladar é subtil, encorpado e aredondado. É um ingrediente extraordinário para uma grande variedade de cocktails.



 GIN BROKERS LONDON DRY PREMIUM

Um gin fino e saboroso, que foi elogiado pela crítica. O Brokers do é feito com ervas, especiarias e frutas importadas de três continentes, misturados para ser extra-seco.... 

Sim, para as pessoas certas é como um Martini!

Recomendamos uma fatia de limão recem cortado, muito gelo e água tonica.



GIN EDINBURGH ELDERFLOWER 

Um licor de verão perfeito com um sabor aromático fresco. 

Feito à mão em pequenos lotes, no coração da Escócia usando Edinburgh Gin, infundidos com Elderflowers recém-colhidas. 

Maravilhoso com tónicas e excelente em cocktails ou apreciá-lo simplesmente com gelo.





 GIN GORDONS

O Gin Gordons caracteriza-se pelo seu sabor a zimbro, que evidencia cada vez que se bebe. Este gin de Londres, Gin Gordons , é seco e incrivelmente versátil funciona bem com bebidas mistas. Os compostos aromáticos de casca de laranja e anis mistura com o aroma de zimbro permitem criar um gin bem equilibrado e saboroso. Gin Gordon é um exemplo brilhante de London gin seco.

O Gin Gordons foi fundado em 1769 e é considerado o gin Best-Seller do mundo. O zimbro predomina os aromas, é equilibrado e ainda se encontram notas de coentro, frutas cítricas e termina com um paladar a especiarias.



 GORDONS CRISP CUCUMBER / PENINO

 É baseado no clássico Dry Gin Gordon Londres e é aromatizado naturalmente com pepino. 

O resultado é "algo parecido" com gin Hendricks (salvo as devidas distâncias, claro), e funciona muito bem em gins tónicos!



 GIN GORDONS THE ORIGINAL GREEN BOTTLE

A colecção de dez garrafas, em versão verde, é o belo resultado de uma colaboração emocionante entre duas marcas icónicas e muito britânicas. Inspirado pela nosso gin superior, a equipe Conran criou dez reinvenções "quintessentially" britânicas da marca icónica Gordons.

O clássico gin & tónico e pode acrescentar algumas bagas de zimbro.
 GIN LARIOS 12 BOTANICALS

Aqui temos um gin produzido em Espanha. Eles usam 12 botanicals, que incluem zimbro, noz-moscada, raiz de angélica, coentro e várias frutas cítricas. É destilada 5 vezes para produzir um gin que é suave e refrescante e seco. Bom, como um mixer ou gin martini, ou por si só sobre o gelo com um aperto de limão.

Um impressionante gin espanhol através de 12 plantas que são destilados por cinco vezes. Larios 12 é feito com plantas selvagens, incluindo zimbro, noz-moscada, raiz de angélica, coentro, Mediterrâneo limão, laranja, tangerina, tangerina, clementina, grapefruit, limão e flor de laranjeira.



 GIN SEAGRAMS EXTRA DRY

É realmente um gin bastante aceitável. 

Ele funciona bem em muitas maneiras diferentes e mantém forte o sabor a gin e o caráter da marca.

Como servir: Faz um Martini maravilhoso e mistura bem com tónica e sumo de laranja



O Gin Tanqueray é uma marca de gin britânico comercializado em todo o mundo. É principalmente produzido na Escócia para exportação para os Estados Unidos, que é o seu maior mercado. Tanqueray London gin é um Gin seco ou Dry Gin, mas é chamado assim por causa do seu processo de destilação, feito através de uma destilação dupla de grão. Algumas especiarias são também adicionadas durante a destilação.

Como servir: Perfeito para Dry Martinis, mas também para Gins Tónicos com bagas de zimbro, casca de laranja ou limão.

Encomendar online - Clique Aqui



    

Monte da Peceguina Rosé 2013 - Leve e Refrescante

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments

A Adega da Malhadinha Nova tradicional e sofisticada, reúne um conjunto de características únicas, favoráveis à obtenção de vinhos distintos e da mais elevada qualidade. Situada a escassos metros da vinha, a adega aproveita a inclinação do terreno, permitindo que todo o processo de vinificação se faça por gravidade. 

A uva é rececionada em pequenas caixas de 12kg e descarregada diretamente para os modernos lagares refrigerados, onde a pisa a pé conjuga na perfeição métodos tradicionais de vinificação e utilização de tecnologia por forma a obter da uva todo o potencial que a Natureza lhe deu na vinha. A cave de barricas, escavada na encosta a vários metros de profundidade, confere ao vinho excelentes condições para o envelhecimento.

O que recomendamos esta semana (até já a pensar numa das prendas ideais para o Dia da Mãe).

Monte da Peceguina Rosé 2013

As castas são Touriga Nacional (45%), Aragonez (45%) e Tinta Miúda (10%). 

As uvas foram colhidas manualmente e transportadas até à adega em caixas de 12kg. O Monte da Peceguina Rosé é o resultado das sangrias dos melhores mostos tintos após 1 a 2 dias de maceração a frio. 

A fermentação ocorreu durante 21 dias, sempre a baixas temperaturas. 12.5%Vol

Cor de salmão suave. 

Aroma limpo e fresco com notas de frutas vermelhas e ligeiramente especiado. 

Na boca é leve e refrescante.

Para encomendar online aos melhores preços - clique aqui

GIN tasting 2014 | Pestana Palace | Lisboa

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments

Apresentação do evento em video.

O "GIN tasting" estreia-se em Lisboa, dia 10 de maio de 2014, no Pestana Palace. Depois do sucesso obtido com as primeiras etapas, em Leiria e no Porto, o primeiro grande evento dedicado ao mundo do gin em Portugal chega à capital e promete novidades.

Novidades do Estado Liquido em breve...

segunda-feira, 28 de abril de 2014

A semana em revista - As fotografias que marcaram a semana passada

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments

A semana em revista. Veja em fotografias os principais acontecimentos sobre vinho e espirituosos da semana passada. 

A semana passada estivemos no Alentejo na grandiosa e maravilhosa Herdade dos Grous, antes de irmos ao Brasil preparar o melhor da enogastronomia Portuguesa para apresentar em São José dos Campos. 

A meio da semana já estávamos de visita à nova destilaria da Sipsmith, para logo depois degustarmos um belo tinto numa grande embalagem de 6 litros.

Acabamos a semana apreensivos a analisar o impacto da nova taxa sobre o álcool.



Vinho, Quintas e Herdades - Herdade dos Grous: Sinta o Alentejo




Vinho & Sabores reúne o melhor da enogastronomia portuguesa em São José dos Campos




Sipsmith muda a sua destilaria para West London




Um grande vinho para uma grande família




Setor do vinho do Porto teme nova taxa sobre álcool


quinta-feira, 24 de abril de 2014

Setor do vinho do Porto teme nova taxa sobre álcool

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments


O vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, confirmou esta semana um aumento da tributação sobre o álcool.

O presidente da Associação das Empresas de Vinho do Porto (AEVP), António Saraiva, disse esta terça-feira que teme "repercussões muito negativas no setor" com o aumento da taxa sobre o álcool confirmada pelo Governo. António Saraiva afirmou à agência Lusa que qualquer taxa que seja introduzida no setor, que já está "bastante frágil", vai "penalizar o consumo responsável de vinhos". 

Segundo o presidente da AEVP, o anúncio do vice-primeiro-ministro "preocupa-nos bastante. As empresas têm dificuldades, o crédito ainda está difícil de obter e tememos que isso tenha repercussões muito negativas no nosso setor", sublinhou.

Ler mais em: www.cmjornal.xl.pt

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Um grande vinho para uma grande família

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN , No comments

Quinta do Crasto Tinto - 6 Litros

As uvas, provenientes de talhões previamente seleccionados, foram transportadas em caixas de plástico alimentar de 25 Kg e sujeitas a uma rigorosa triagem à entrada da adega, antes de serem desengaçadas e esmagadas e transferidas para cubas de fermentação em aço inox onde fermentaram com temperatura controlada durante um período de 5 a 7 dias.

Cor: Violeta intenso.
Nariz: Excelente intensidade aromática de frutos silvestres frescos bem integrados com suaves notas florais. 
Boca: Harmonioso, com volume correcto, taninos redondos que lhe conferem uma estrutura em perfeito equilíbrio. Muito rico em notas de frutos silvestres frescas que contribuem, para um conjunto, compacto, elegante e de boa persistência.           






EN
Grape varieties: Tinta Roriz, Tinta Barroca, Touriga Franca e Touriga Nacional Vineyards: “Patamares” (terraces) Age of Vines: +20 years old Aspect: East/South Soil: Schist Appellation: Douro The grapes, chosen from selected plots, are taken to the winery in 25 kg plastic boxes. On arrival in the winery they are rigorously inspected on a sorting table. The grapes are then destemmed and crushed and transferred into stainless steel tanks where they ferment. The alcoholic fermentation takes place in temperature-controlled stainless steel tanks for 10 days.

This wine is made from traditional Douro red grape varieties: Tinta Roriz, Touriga Nacional, Tinta Barroca and Touriga Franca. Unoaked, it is produced to be a fresh, fruity, easy-to-drink wine. Deep ruby in colour with very ripe red fruit aromas. Very fruity on the palate, with good structure and light tannins which make it a very pleasant wine.


Vinho & Sabores reúne o melhor da enogastronomia portuguesa em São José dos Campos

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments


Evento ocorre nos dias 25 e 26 de abril no campus do Senac de São José dos Campos e traz mais de 30 expositores.

Um grande evento promete reunir os amantes da enogastronomia no Vale do Paraíba. Nesta sexta e sábado (25 e 26 de abril), o "Vinho & Sabores de Portugal" ocorre no campus do Senac de São José dos Campos e vai trazer mais de 20 produtores de vinho, além de comidas típicas portuguesas das mais variadas regiões do país.

Em sua segunda edição (a primeira foi em 2013, em Campinas), o público vai poder provar mais de 100 rótulos diferentes de regiões como Douro, Alentejo, Lisboa, Bairrada, Dão, Vinho Verde, Península de Setubal, Beira interior e produtores de renome como Real Companhia Velha, Casa Ermelinda Freitas e Adega de Monção, além da presença do Instituto do Vinho do Porto e de importadores como Adega Alentejana, especializada em produtores portugueses. 

Na parte de gastronomia, o público poderá disfrutar da charcutaria portuguesa, azeites e conservas como sardinha, salmão, atum e mariscos. Importante ainda notar que produtores e enólogos estarão à disposição do público apresentando seus produtos diretamente.

Além da degustação de vinhos e outras comidas, o Vinho & Sabores terá em paralelo palestras e showcookings, que serão ministradas por profissionais do Senac e também por experts nos assuntos de gastronomia, turismo e vinhos. Os showcookings serão apresentados pelo Chef Helio Loureiro (chef da seleção portuguesa na Copa do Mundo).

O valor da entrada é de R$ 70. O ingresso está sendo vendido no site: www.vinhoesabores.com.br


in. revistaadega.uol.com.br

terça-feira, 22 de abril de 2014

Vinho, Quintas e Herdades - Herdade dos Grous: Sinta o Alentejo

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments


Esta semana recomendamos a visita à Herdade dos Grous, para sentir verdadeiramente o Alentejo e os magníficos vinhos que são produzidos nesta Herdade e enviados para todo o Mundo.

Como é normal, a visita começa na sua garrafeira preferida www.estadoliquido.pt onde encontra uma loja online completa e de fácil utilização. Claro, que se pretende um atendimento pessoal personalizado, irá encontrar profissionais experientes, que prestam todo o apoio na escolha dos produtos mais indicados para si, entre as mais de 2.500 referências disponíveis num espaço com mais de 1.200 m2. 

De seguida, partimos para a Herdade.

Herdade dos Grous 

No centro da impressionante paisagem alentejana e área de nidificação do Grou comum encontra-se a Herdade dos Grous, do grupo Vila Vita Hotels. Durante o percurso até lá podem ser observadas nos montes pitorescas vilas brancas, muitas vezes rodeadas por muralhas, lembrança dos tempos amargos de batalha contra os mouros.
A "Herdade dos Grous" é uma propriedade de 793 hectares e constitui um espaço calmo para relaxar e saborear a natureza. Nesta herdade de exploração vinícola e agroturística, com características únicas no coração do Alentejo, a apenas 17 quilómetros de distância de Beja (no sentido de Lisboa), numa sequência sucessiva de olivais, florestas de sobreiros e vinhas, não é de surpreender que aqui encontremos a produção de um dos vinhos portugueses mais premiados.
Os fabulosos jardins, uma "infinity pool" com vista para o lago artificial de 98 hectares, os antigos olivais e os laranjais carregados de frutos atestam a qualidade fértil desta paisagem singular. Este é um espaço de pura descontração, serenidade e afastamento da vida quotidiana.

Os 24 alojamentos, com elegante decoração regional e lareira, proporcionam-lhe o refúgio perfeito para alguns dias de relaxamento. O ambiente rural convida a passeios a dois, encontre assim a singularidade e romantismo de um passeio a dois na ponte sobre o lago, onde não faltam ninhos de grous e cegonhas.
Aqui, os visitantes também podem aprender tudo sobre a criação de cavalos, produção de azeite, agricultura biológica e elaboração de vinhos de mesa de primeira categoria como, por exemplo, o vinho tinto selecionado da casa, premiado como o melhor vinho tinto da região alentejana no ano de 2004.
Para encomendar online vinho da Herdade e o receber comodamente na sua casa, clique Aqui

Alguns dos vinhos disponíveis

Herdade dos Grous Branco 2013
Castas: Antão Vaz (50%); Arinto (30%) e Roupeiro (20%)
Álcool: 13,5 % Vol. 
Acidez Volátil: 0,40 g/l 
Acidez total: 4,5 g/l 
pH: 3,40

Intervenções culturais criteriosamente adaptadas a cada casta e parcela para a produção de excelente qualidade de fruta. Aplicação de um limite máximo de produção por cepa através de monda de cachos. Toda a colheita é cuidadosamente seleccionada e transportada em caixas de 25 Kg até à adega. 

Cor verde dourada. Aroma exuberante a frutos tropicais. Sabor rico em fruta, fino, elegante e com bom equilíbrio de acidez. Deve ser servido a uma temperatura de 8 - 10ºC Acompanha na perfeição pratos ricos de peixe e mariscos.



Herdade dos Grous Branco Reserva 2012
Castas: Antão Vaz, Verdelho e Viognier 
Antão Vaz, casta mais tardia, foi vindimada a 10 de Setembro ao contrário do Viognier e do Verdelho que foram colhidos a 27 e 29 de Setembro respectivamente. Intervenções culturais criteriosamente adaptadas a cada casta e parcela para a produção de excelente qualidade de fruta. Aplicação de um limite máximo de produção por cepa através de monda de cachos. toda a colheita é cuidadosamente seleccionada e trasnsportada em caixas de 25Kg até a adega.

Cor dourada. Aroma de fruta que sugere pêssego e lima bem integrado com notas de baunilha provenientes da madeira onde fermentou. Sabor rico em fruta, fino, mineral e com bom volume de boca. Deve ser servido a uma temperatura de 10-12ºC. 

Acompanha pratos ricos de peixe e carnes brancas




Herdade dos Grous Tinto 2011
Um vinho da Herdade dos Grous que assumiu a missão de produzir grandes vinhos através da excelência técnica, agricola e empresarial. Está situada no baixo Alentejo, em Albernôa, onde tem as suas vinhas e uma moderna e eficiente adega. Tem produzido vinhos que são reconhecidos nacionalmente e internacionalmente. Este Herdade dos Grous Tinto é um desses excepcionais vinhos.

Cor intensa, de grande concentração, no nariz perfilam-se os frutos maduros bem combinados com diversas especiarias provenientes do estágio em madeira, bom volume de boca, taninos redondos, paladar cheio de fruta e leves notas achocolatadas, o final é persistente e médio/longo. 

Deve ser servido a uma temperatura de 16-18ºC. Ideal para pratos de cozinha mediterrânica. Uma escolha recomendada.




Herdade dos Grous 23 Barricas 2012
Elegante o Herdade dos Grous 23 Barricas é venerado pela sua graça e beleza e pelas suas árduas migrações de longa distância. 

Nesta colheita após estágio de 12 meses de carvalho Francês seleccionaram 23 barricas de Syrah e Touriga Nacional para a criação deste vinho de perfil elegante, fresco e delicado. Um vinho criado à semelhança do Grou. 

Cor granada profunda. Aroma complexo proveniente do estágio em madeira. Sabor rico, profundo, de perfil elegante e final prolongado. 

Ideal para pratos sofisticados de cozinha mediterrânica.

Deve ser servido à temperatura de 16º a 18ºC.




Herdade dos Grous Moon Harvested
Herdade dos Grous Moon Harvested tem uma cor densa e muito carregada, o nariz mostra complexidade, sobressaindo os frutos silvestres bem maduros, alguma compota e um leve mas elegante toque abaunilhado, na boca é um vinho encorpado e volumoso, com taninos elegantes.

O paladar é frutado, delicadamente alicorado mostra ainda especiarias e uma ligeira sensação a café, tem um final longo e agradavelmente persistente.

Deve ser servido a uma temperatura de 16-18ºC. 

Ideal para pratos ricos de carnes vermelhas.
Herdade dos Grous Reserva Tinto 2010
Este Herdade dos Grous foi criado a partir de 3 castas que foram vidimadas em diferentes alturas de modo a atingir o equilíbrio desejado para este reserva. Alicante Bouschet a 2 de Outubro com perfeita maturação fenólica e de açúcares; Tinta Miúda a 28 de Setembro que se apresenta perfeita a nível de maturação e preservando uma notável acidez e frescura; Touriga Nacional a 26 de Setembro que evidenciava para além de todo o equilíbrio de maturação um perfil aromático muito intenso e característico da casta logo nos primeiros dias de fermentação.

Cor granada viva profunda. Aroma complexo de fruta madura bem integrado com a madeira proveniente do estágio em barrica. Sabor rico em fruta, muito concentrado, final prolongado. Estrutura de taninos firme e uma boa acidez lhe permitirá uma boa e longa evolução em garrafa. Deve ser servido a uma temperatura de 16-18ºC. 

Ideal para pratos ricos de carnes vermelhas e caça.



Vinho colheita tardia da Região do Alentejo. Utiliza na sua produção a Casta Petit Manseng. 
Capacidade da Garrafa: 0,375
A cor é dourada. No aroma é complexo, com notas de goiaba, mel e passas. Rico e volumoso, boa frescura e final persistente. 
Parceiro ideal para foie gras, sobremesas ricas ou queijos intensos. 
Deve ser servido a uma temperatura de 10ºC.

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Sipsmith muda a sua destilaria para West London

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN , No comments


Anteriormente localizado numa pequena garagem em Hammersmith, a destilaria será gradualmente mudada para um local muito maior em Cranbrook Road, em Chiswick, antigamente usado como um parque de estacionamento privado.

Neste momento já instalaram a "Constance" que tem uma capacidade até 1.500 litros e será utilizada para produzir gin e vodka de Sipsmith.

A destilaria também vai sediar uma escola de gin numa área do laboratório permitindo as experiências in-house e masterclasses de gin para os visitantes.



EN
Previously located in a small garage in Hammersmith, the distillery will be gradually relocated this week to a much larger site on Cranbrook Road in Chiswick, formerly used as a private car park.
Sipsmith founders Sam Galsworthy and Fairfax Hall have so far installed a new steam-heated 1,500-litre pot still – named Constance – which is expected to kick to life by the end of April.
Constance will produce Sipsmith’s gin and vodka until the group’s existing still and maceration tank – Patience and Prudence – are installed after the summer.

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Páscoa em Estado Liquido

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments


Páscoa (do hebraico Pessach), significando passagem através do grego Πάσχα é um evento religioso cristão, normalmente considerado pelas igrejas ligadas a esta corrente religiosa como a maior e a mais importante festa do Cristianismo. Na Páscoa os cristãos celebram a Ressurreição de Jesus Cristo.

Então, uma feliz Páscoa a todos...


quarta-feira, 16 de abril de 2014

Vinho, Quintas e Herdades - Herdade do Esporão e o Esporão Reserva Tinto

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments


Esta semana, recomendamos a visita à Herdade do Esporão. Provavelmente já ouviu e leu, sobre esta Herdade, mas será que conhece a sua história e pontos de interesse? E os magníficos vinhos? 

Como é normal, a visita começa na sua garrafeira preferida www.estadoliquido.pt onde encontra uma loja online completa e de fácil utilização. Claro, que se pretende um atendimento pessoal personalizado, irá encontrar profissionais experientes, que prestam todo o apoio na escolha dos produtos mais indicados para si, entre as mais de 2.500 referências disponíveis num espaço com mais de 1.200 m2. 

De seguida, partimos para a Herdade. 

A Torre do  Esporão – Raízes Históricas 
A Torre do Esporão, uma das mais importantes torres construídas na passagem da Idade Média para a Idade Moderna, terá sido edificada pelo Morgado D. Álvaro Mendes de Vasconcelos, entre os anos 1457 e 1490, datas que correspondem, respectivamente, ao momento da posse do morgado e ao seu falecimento. Esta atribuição é do historiador José Pires Gonçalves, que teve em conta o projecto arquitectónico de implantação da Torre. 

Álvaro Mendes de Vasconcelos vinha de uma família nobre em ascensão ligada à poderosa Casa de Bragança – era cavaleiro da casa do Duque de Bragança e regedor da cidade de Évora. Entende-se, assim, a construção da Torre do Esporão como um sinal visível de erupção da pretensão aristocrática. Esta era uma necessidade de afirmação da nova linhagem que, entre outros sinais, tinha por hábito erguer uma torre ou casa forte como verdadeiros símbolos da sua afirmação na sociedade. 

A função primeira deste tipo de torres era a de habitação, mas nos finais do século XV as torres que existiam em Portugal dificilmente serviriam de morada permanente, uma vez que as suas dimensões eram muito reduzidas. Podiam também ter sido refúgios seguros para pessoas e bens, em caso de extrema necessidade. Mas, antes de tudo, eram um símbolo de senhorio e poder militar. 

A importância que as torres medievais voltaram a adquirir no final da Idade Média verifica-se essencialmente na existência da referida Ermida de Nossa Senhora dos Remédios: a sua presença indica não só que os seus possuidores tinham começado a fazer mais uso das torres espaçosas, mas também que existia uma certa sacralização do espaço em que se erguiam. 

Desenhando um quadrilátero de 14,40m por 10,9m, a planta da Torre do Esporão apresenta dimensões pouco usuais – é relativamente mais larga, quando comparada com construções antecedentes ou mesmo contemporâneas. No entanto, mais tarde, acabou por servir de modelo a outras torres, o que demonstra bem a influência que teve em posteriores construções de torres no Alentejo. 

A Torre do Esporão, Hoje 
A Torre do Esporão é o edifício mais importante e representativo de todo o conjunto que compõe a Herdade do Esporão. Hoje, no rés-do-chão da Torre pode visitar-se um Museu Arqueológico, onde estão expostos diversos achados do Esporão e peças do Povoado dos Perdigões. Localização Enquadrada na magnífica planície alentejana, a histórica cidade de Reguengos de Monsaraz é a localidade mais próxima da Herdade do Esporão. 

Situada a pouco mais de 180 quilómetros de distância de Lisboa, a Herdade do Esporão é uma propriedade histórica que possui uma identidade e património riquíssimo que data do século XIII, do ano já longínquo de 1267. Beneficiando de uma riqueza paisagística única onde se sobrepõem paisagens de montados, ribeiros, vinhas e olivais numa paisagem paradisíaca apurada por um grande lago central. As vinhas estendem-se por 460 hectares de terra em que predominam os solos derivados de xistos e granitos.

O tempo e a sabedoria do Homem conseguiram transformar esta paisagem serena em terra capaz de produzir vinhos e azeites de referência, construindo a reputação nacional e internacional da Herdade do Esporão de forma consistente.

Como é normal, torna-se complicado destacar um dos excelentes vinhos, mas para esta semana, recomendamos:

Castas - Aragonês, Trincadeira, Cabernet Sauvignon, Alicante Bouschet.

Vinificação - Colheita em separado de cada casta, desengace, esmagamento, fermentação alcoólica com temperaturas controladas em pequenos lagares mecânicos (22 a 25 ºC), prensagem, seguindo-se a fermentação maloláctica em cuba de inox.

Cor - Límpido, cor densa e granada.

Aroma - Aroma intenso de especiarias e frutos vermelhos, com discretas notas a madeira, que lhe acrescentam complexidade.

Palato - Encorpado, elegante, boa densidade e cremoso. Com taninos firmes que indicam uma boa longevidade em garrafa.


Se pretender encomendar online, clique aqui


Vinho de Carcavelos reinicia internacionalização no Reino Unido

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments


Já no século XIX o Duque de Wellington, que comandou as tropas anglo-portuguesas contra as invasões napoleónicas, deu a conhecer aos britânicos o vinho daquela zona de Lisboa.

O Reino Unido marca o início da internacionalização do vinho generoso de Carcavelos, produzido pela Câmara Municipal de Oeiras, que participou esta terça-feira numa prova de vinhos portugueses em Londres. "O vinho de Carcavelos ainda está na memória de muitos estrangeiros, em particular na dos ingleses", disse o enólogo Tiago Correia à agência Lusa. 

O início da popularidade remonta ao século XIX, quando o Duque de Wellington, que comandou as tropas anglo-portuguesas contra as invasões napoleónicas, levou de Portugal o gosto pelo vinho da região de Lisboa. De acordo com registos históricos, o vinho de Carcavelos chegou mesmo a ser o mais exportado para Inglaterra, superando o vinho do Porto. "Ainda é possível encontrar nas lojas de antiguidades gargantilhas de prata para garrafa com Carcavellos escrito com dois eles", revelou aquele responsável.

Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/vinho-de-carcavelos-reinicia-internacionalizacao-no-reino-unido

terça-feira, 15 de abril de 2014

Gin SUL - Um Gin de Saudade

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN , No comments


Os Botânicos
Os limões nos jardins da Costa Vicentina têm quase o tamanho de toranjas, sua casca é grossa e o seu sabor é inigualável e intenso. A qualidade supera a quantidade dos botânicos utilizados na nossa maceração. É esse o encanto singelo do GIN SUL, pelos excelentes zimbros selvagens ou o alecrim fresco. Mas o ingrediente que torna GIN SUL em algo realmente muito especial é a esteva. 

A Destilação 
O pequeno alambique de cobre utilizado, foi fabricado manualmente por mestres do seu ofício, no entanto só é utilizado pela metade. No acto da destilação todos os vapores do álcool têm que atravessar um cesto de metal, repleto de cascas frescas de limão, alecrim e botões de rosa. Suavemente, com muita cautela e com uma grande quantidade de botânicos frescos, assim se gera um Gin com características cítricas e de volume incorporado...um verdadeiro Gin. 

A Garrafa 
GIN SUL é engarrafado manualmente em garrafas típicas de barro de cor branca, sendo feitas de grés, são vitrificadas e finalmente impressas. O antepassado do Gin, Genebra, era engarrafado quase exclusivamente em cântaros de barro. Também os destilados são envelhecidos frequentemente em cântaros enormes. Com o advento da indústria vidreira este material natural passou de moda. 

O GIN SUL

GIN SUL é um Gin de Hamburgo com raízes portuguesas - uma declaração de amor a este país maravilhoso, o mais ocidental da Europa. 

Os botânicos selecionados, frescos e de muita qualidade, a destilação em lotes pequenos, características cítricas e mediterrâneas distinguem GIN SUL. 

Um Gin que volta a saber a Gin - puro, como Martini ou Gin Tonic. 

Desfrute de Gin Sul com uma boa água tónica, uma casca de limão, muito gelo e, de preferência, um pôr-do-sol junto ao Atlântico.




Para encomendar e o receber em 48 horas sem pagar portes de transporte, clique aqui


As 10 melhores ideias para reciclar Barris

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments


História
O barril já vinha sendo usado para o armazenamento e transporte de vinho pelos povos da Mesopotâmia muitos séculos antes de Cristo, conforme relatos do historiador e geógrafo grego Heródoto (484-425aC). Os romanos começaram a utilizar barris de madeira por influência dos celtas. No século II da era cristã era comum o emprego de barris para o armazenamento de vinhoazeite e água. O emprego de barril para armazenar e transportar cachaça foi adoptado desde o começo da sua produção, no início do século XVII, até a década de 1930, quando, por Lei, sua comercialização foi permitida em recipientes de, no máximo, um litro. O armazenamento continuou a ser feito em barril principalmente durante o envelhecimento da bebida.

Algumas das melhores ideias para reciclar barris