segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Lavradores de Feitoria Meruge Tinto 2011

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments

Castas
Tinta Roriz (80%) e outras (20%).

A Prova
A cor é viva, aberta, com nuances avermelhadas. Aroma é muito rico e elegante, onde predomina o carácter frutado, lembrando frutos como cereja e alguma ameixa. 

Com uma madeira bem integrada no vinho, muito contribui para a sua complexidade e enriquecimento aromático. 

Na boca é, fresco, muito elegante, apresenta notas aromáticas que recordam o aroma a frutos vermelhos, acidez muito equilibrada, taninos suaves e aveludados, com um final bastante longo e muito saboroso. 

Graças ao seu equilíbrio, promete longevidade.

Recomendado
Está pronto a beber ainda que deva ser decantado pelo menos 30 minutos antes de servir.

Saber mais
estadoliquido.pt / Lavradores de Feitoria Meruge Tinto 2011


terça-feira, 16 de setembro de 2014

Dez Tostões Tinto 2012 - Herdade da Maroteira

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments

A História
Às 13 horas do dia 19 de Janeiro de 1919, foi desfraldada a bandeira azul e branca, num acto revolucionário de reinstaurarão da monarquia, previamente abolida em 1910. 

Criada para o seu restabelecimento, a moeda Tostões faria sucessão aos Reis. A duração deste regime foi de apenas 2 meses uma vez que a revolução fracassou e a republica foi reimplantada a 23 de Fevereiro de 1919.

A Prova
Um magnifico blend das castas Alicante Bouschet, Aragonês, Touriga Nacional e Syrah. 

Trata-se de um vinho equilibrado, encorpado e persistente de forte carácter expressivo. Um vinho que merece a sua prova.

*dos mesmos produtores do Vinho Cem Reis

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Cova da Ursa Chardonnay 2013

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments

Cova da Ursa 2013 - Chardonnay

Vinificação
Produzido com uvas da casta Chardonnay da nossa vinha Cova da Ursa, situada na zona de colinas de Azeitão, na serra da Arrábida. O seu solo pedregoso, argilo-calcário e o meso-clima da zona da Arrábida levam a que as uvas desta casta amadureçam lentamente atingindo uma elevada qualidade.
Da sua cuidadosa tecnologia de vinificação, realçamos a fermentação e maturação integral em barricas novas de carvalho francês Allier.

Estágio
5 meses em barricas de madeira nova de carvalho francês Allier.

Notas de prova
Aroma rico a frutos amarelos característicos da casta Chardonnay, como o pêssego e o ananás, combinado com nuances tostadas e abaunilhadas, provenientes do contacto com a madeira francesa. Na boca, encontramos fortes sabores a frutas amarelas, bem combinados com madeira, assim como uma franca acidez que lhe confere um carácter mineral e um final cheio e persistente.

Gastronomia
Pratos de peixe de sabor intenso ou de carne de aves. Recomendamos também com queijo de Azeitão, DOP.

terça-feira, 9 de setembro de 2014

3 vinhos brancos de Lisboa que o irão surpreender

BY Estado Liquido - Wines & Spirits IN No comments

Na região de Lisboa, região com longa história na viticultura nacional, a área de vinha é constituída pelas tradicionais castas portuguesas e pelas mais famosas castas internacionais. Aqui é produzida uma enorme variedade de vinhos, possível pela diversidade de relevos e microclimas concentrados em pequenas zonas da região.

3 vinhos brancos de Lisboa, que o irão surpreender


Casal Figueira "António " 2012

Este vinho é feito de vinhas velhas de Vital, casta autóctone da região de Lisboa, sob clima Atlântico e solo calcário.

Fruta amarela bem madura, ligeiros achocolatados e um pouco de menta, ervas apimentadas a dar complexidade e sedução. 

Cremoso, muito equilibrado, com acidez no ponto, minerais finos, final delicado e longo.

Um vinho a chamar e a merecer a sua prova.

Quinta do Monte Doiro " Madrigal " Branco 2012

Vinho produzido na região de Lisboa, 100% através da casta Viognier. 

Estagiou em barricas de carvalho francês. 

De cor bonita amarelada, é um vinho de forte personalidade com um expressivo aroma de flores primaveris. 

Tem um bouquet muito fresco a alperce, pêssego, figos secos e mel. 

Expande-se na boca numa miríade de fragrâncias evanescentes, seduzindo pela sua frescura e equilíbrio. 

Delicioso com carnes, peixes e legumes.






Quinta do Rol - Pinot Gris

A criação de um grande vinho é uma arte, que deve tanto ao homem como à natureza.
Na Quinta do Rol alia-se a tradição vinícola centenária, aos bons solos franco-argilosos da Estremadura. 

Desde a fundação de Portugal que os francos se instalaram nesta região. Dom Jordão, fidalgo francês da conquista de Lisboa, foi o primeiro Senhor da Lourinhã, com foral do Séc. XII, daí a flor-de-lis no seu brasão.


A partir da casta Pinot Gris, elaborou-se este vinho em fermentação de temperatura controlada. Fresco e bem estruturado, o aroma apresenta-se frutado e floral. 

Acompanha na perfeição, pastas, peixes e mariscos. Deve ser servido frio.